We're sorry but this app doesn't work properly without JavaScript enabled. Please enable it to continue.
Skip to main content

Fernando Távora. Pensamento Livre

15 Mar14:30
-
05 Mai19:30
Convento São Francisco
Exposições
Público:
Todos os públicos
Preço:
Entrada gratuita Segunda a domingo | 15h00 às 20h00 (última entrada às 19h30)
A inauguração da exposição tem lugar no dia 14 de março, às 18h00.

FERNANDO TÁVORA. PENSAMENTO LIVRE é uma exposição sintética da vida e obra do Arquiteto Fernando Távora, que procura retratar a personagem, a sua vastíssima cultura, o seu método de trabalho, a forma como usou o Desenho e a História na prática projetual, e de como as suas aulas foram fundamentais para sucessivas gerações de estudantes entenderem o que é a Arquitetura e o seu exercício profissional. Não tem, no entanto, qualquer intenção de se aproximar de uma mostra retrospetiva. Com o objetivo de consolidar uma primeira escolha das obras a expor, visitámos, já com um sentido mais crítico, alguns dos edifícios desenhados por Fernando Távora, por forma a que estivesse garantida a consideração a uma problemática alargada, da construção de raiz à reutilização patrimonial, presente no conjunto da sua obra. E assim fomos ver o Mercado da Feira (1953/1959), revisitámos a Casa de Ofir (1957/1958), passeámos na Quinta da Conceição e subimos ao Pavilhão de Ténis (1956/1960), percorremos a Escola do Cedro (1957/1961), voltámos à Pousada da Costa (1972/1985), passámos pelo Anfiteatro da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra (1993/2000) e, finalmente, entrámos na Casa dos 24, antigos Paços do Concelho do Porto (1995/2003). Para o título, pensámos inicialmente em Livre Pensamento. O movimento com este nome, emergente da Revolução Francesa, sustentava a convicção de que todos os fenómenos devem ser explicados a partir da ciência, da lógica e da razão. No entanto, os modernistas da Geração do Orfeu foram bem mais longe, não considerando nenhum limite para o seu pensamento, admitindo sem problemas de coerência todas as condições, mesmo as que se afastam da razão. Não são "livres-pensadores”, são cidadãos com um pensamento livre. É com eles que Fernando Távora se identifica, e cuja obra coleciona atenta e apaixonadamente, como que procurando uma solidariedade para a sua heterodoxia. Por essa razão, firmou-se para esta exposição o título FERNANDO TÁVORA. PENSAMENTO LIVRE.


Ficha Artística / Técnica
Curadoria: Alexandre Alves Costa (coordenador), Ana Alves Costa, Jorge Figueira, José António Bandeirinha, Luís Martinho Urbano e Maria Manuel Oliveira
Curadorias Temáticas: Ana Tostões – Referências, Sergio Fernandez – Viagens, Domingos Tavares – Tratados, Celeste Natário – Literatura Modernista e Manuel Correia Fernandes – Aulas
Fotografia: Paulo Catrica
Design Expositivo: João Mendes Ribeiro, com Filipe Catarino e Catarina Fortuna
Design Gráfico: FBA./Daniel Santos e João Bicker
Produção: Luís Martinho Urbano, Paula Abrunhosa, João Ferreira Alves e Hugo Oliveira
Produção da Exposição em Coimbra: Bruno Gil (DARQ), Luís Miguel Correia (DARQ), Martinho Araújo (DARQ), Filipe Carvalho (CMC), Márcia Carvalho (CMC) e Maria Carlos Pêgo (CMC)
Documentação: Conceição Pratas, Ana Ramos, Guilherme Gouveia e Adriana Martins
Conservação e Restauro: Ana Freitas